Sancruza Imóveis

QUAIS DOCUMENTOS SÃO EXIGIDOS NA COMPRA DO MEU IMÓVEL?

Comprar o seu imóvel é a realização de um sonho e uma tarefa bastante burocrática na maior parte das vezes. Isso porque o processo exige que você providencie uma lista de documentos. Como envolve uma transação de transferência do nome na escritura entre proprietários e, portanto, na transferência de bens, eles são fundamentais e resguardam você, comprador.

No caso da negociação feita através de uma imobiliária, o processo se torna mais claro, já que ela é responsável por orientá-lo nesse momento. Mesmo assim, é importante que você conheça os documentos necessários para a transação. Confira abaixo a lista:

De quem compra
Como comprador, você precisará apresentar certos documentos, como: RG, CPF, certidão de nascimento ou de casamento, comprovante de residência e também comprovante de renda- para isso, normalmente é necessário apresentar os três últimos contracheques.

Caso você vá fazer uma compra através de um financiamento, é preciso apresentar todos os documentos necessários. Essa relação é diferente de acordo com cada financeira ou instituição bancária, e precisa ser atendida corretamente para que o financiamento seja concedido.

De quem vende
Quem vende também precisa fornecer alguns documentos importantes, para garantir que o processo seja feito de modo totalmente seguro. Além dos documentos de identificação, como o CPF, RG e a certidão de casamento ou de nascimento, o vendedor também precisa exibir os documentos do seu cônjuge, caso aplicável, e algumas certidões, a fim de garantir a sua idoneidade.

Certidões negativas de protestos judiciais, de dívidas com a Justiça Federal, Receita Federal e Justiça do Trabalho, certidão negativa de interdição e certidão negativa de inclusão nos serviços de proteção ao crédito são alguns exemplos.

Do imóvel
Já quanto ao imóvel, é preciso que documentos como Certidão de Matrícula Atualizada, certidão de situação fiscal, certidão de inexistência de débitos condominiais e escritura sejam apresentados e estejam devidamente regularizados. O Habite-se, obtido na Prefeitura, não é essencial para a negociação de um imóvel, mas é importante para que o comprador saiba o que está comprando. Ele atesta que o imóvel é habitável.

Vale sempre lembrar que a lista de documentos varia um pouco de estado para estado. Entretanto, é importante que você procure se informar, em linhas gerais, se o vendedor ou o imóvel é alvo de alguma ação que possa impedir a venda. Isso te dará menos dor de cabeça, pode apostar!

Portanto, fique atento a todos os documentos. Eles servem para mostrar tanto a situação do imóvel (se o IPTU e o condomínio estão em dia, por exemplo) como de quem está fazendo a venda (se a empresa tem dívidas, por exemplo).

A grande vantagem de contar com uma imobiliária é que o processo de organização e reunião dos documentos se torna muito mais fácil, já que a empresa deve garantir a conferência dos documentos do imóvel e do vendedor. Com isso, o negócio torna-se muito mais seguro e com mais chances de sucesso, além de menos burocrático.

Tem alguma dúvida sobre a documentação exigida na compra de um imóvel? Compartilhe com a gente que iremos ajudar a esclarecê-la!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Filiações e Certificação: